Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Wed, 26 Jan 2022
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Ricardo Leal dos Santos nas 24 Horas de Fronteira

Azar impede vitória no Troféu RTP Todo-o-Terreno

Disposto a defender a liderança do Troféu RTP Todo-o-Terreno, Ricardo Leal dos Santos participou com grande empenho nas 24 Horas de Fronteira. Conquistado com brilhantismo o primeiro lugar da competição, à custa dos excelentes resultados obtidos no Rali TT Transibérico (14º lugar) e na Baja 500 Portalegre (4º lugar a escassos seis segundos do pódio), o piloto da Newspeed tudo fez para vencer. Escolheu uma competitiva equipa francesa, cujo protótipo Schmit 206 SG já vencerá o Campeonato Francês de Endurance TT e desenhou uma estratégia segura que o levasse aos primeiros lugares sem colocar em causa a classificação final.

Porém, numa das muitas contingências de que o desporto automóvel é fértil, Ricardo Leal dos Santos viu-se obrigado a abandonar as 24 Horas TT de Fronteira. Uma correia de distribuição partida veio colocar um ponto final numa excelente exibição, tendo em conta que o piloto desconhecia em absoluto o Schmit 206 SG, um protótipo de chassis tubular, com cerca de uma tonelada de peso e qualquer coisa como 300 CV. Prejudicado por dois furos e um tubo da direcção assistida roto, Ricardo Leal dos Santos tinha encetado uma segura mas brilhante recuperação, estabilizando entre os cinco primeiros com a vitória no Troféu RTP Todo-o-Terreno à sua mercê.

“O carro que a equipa Schmit me disponibilizou é realmente fantástico” comentava Ricardo Leal dos Santos após o abandono, acrescentando que “o trabalho do Jean Marc Schmit e seus colegas neste verdadeiro «WRC» é extraordinário. O carro é super divertido de pilotar e depois de resolvidos os problemas de direcção assistida que nos afectaram nas primeiras horas, recuperámos a competitividade”. Mantendo-se ao longo das horas nos primeiros lugares, dois furos entrecortaram essa presença, mas com uma condução perfeita e um calculismo apurado, Ricardo Leal dos Santos, Jean Marc Schmit, Mário Guglielminetti e Serge Finkelstein, regressaram aos lugares da frente e aí se mantiveram até ao abandono.

Triste pela desistência, nem por isso o piloto da Newspeed se mostrava desiludido. “Foi uma prova excelente e retirei grande prazer desta participação”, sublinhando que “tentei defender de forma decidida e empenhada a liderança no Troféu RTP TT”. Ricardo Leal dos Santos chegou mesmo a ser o piloto mais rápido em pista, com esta já degradada, algo possível porque “depois de resolvidos os problemas da direcção, a facilidade de condução e eficácia do Schmit 206 SG permitiu-me andar depressa sem correr o mínimo risco”. Apesar do desaire, o piloto da Newspeed ficou entre os cinco primeiros do Troféu RTP Todo-o-Terreno, uma excelente classificação para uma competição com apenas três provas.

Classificação final do Troféu RTP Todo-o-Terreno
1º Paulo Martins, 308 pts 2º Lino Carapeta, 258 pts
3º Filipe Campos, 250 pts
4º Ricardo Leal dos Santos, 218 pts
5º José Ruas, 204 pts

GoodNews, 2007-12-03
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.