Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Fri, 24 Sep 2021
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Leal dos Santos triste pela anulação do Lisboa-Dakar 2008

“O que aconteceu é uma profunda desilusão”

Foi com tristeza que Ricardo Leal do Santos assistiu ao anúncio da anulação do Lisboa_Dakar 2008, devido a razões de segurança. No final da leitura do comunicado por parte de Etienne Lavigne, director do Lisboa-Dakar, o piloto do Pioneer Solo Desert Team confirmou que “o que aconteceu foi uma profunda desilusão.” Ainda para mais num ano em que “tinha reunido as melhores condições de sempre: uma assistência de qualidade, um extraordinário carro e uma grande vontade de fazer um bom resultado,” sublinhando que “toda a equipa está triste com a situação, pois apostámos muito na edição deste ano do Lisboa-Dakar.”

Os problemas de segurança não são novos na prova, mas “nunca tão graves como agora” lembrou Ricardo Leal dos Santos. Por isso, o piloto acredita que “a organização tomou a melhor decisão”, e que o sucedido não será “o fim do Lisboa-Dakar”. Lúcido e atento, lançou uma ideia curiosa; “poderíamos continuar com a corrida, cumprindo o percurso até Smara, regressando a Portugal pelo mesmo trajecto. Seria um Dakar tipo «sprint» que poderia ser interessante e abrir novas perspectivas para a prova.”

Para o piloto apoiado pela Pioneer, Cetelem, Berner, Delta Q e Valvoline, fora de questão está o abandono da competição todo-o-terreno. “Temos um projecto bem estruturado, há mais provas e campeonatos para disputar e com a nossa postura profissional e séria e os meios colocados à nossa disposição, nomeadamente o excelente BMW X5 CC, o Pioneer Solo Desert Team vai continuar a marcar presença no todo-o-terreno.”

GoodNews, 2008-01-04
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.