Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Fri, 24 Sep 2021
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Pilotos do Lagos Team desolados com a anulação do Lisboa Dakar

Carlos Sousa, Hélder Rodrigues e Ruben Faria podiam destacar-se

Carlos Sousa, que ia fazer a sua 12ª participação no Rally Lisboa Dakar, com as melhores condições de sempre, integrado na equipa Volkswagen Motorsport, e os dois motards Hélder Rodrigues e Ruben Faria, tinham cada um objectivos para a 30ª edição do Rally. No entanto, ficaram desiludidos com o cancelamento da prova, mas compreendem as razões de segurança, provocadas pelas ameaças terroristas, que obrigaram a ASO a tomar esta decisão difícil. A cidade de Lisboa foi a anfitriã de toda a caravana e estava preparada para uma vez mais organizar a Grande Partida, que deveria acontecer na próxima madrugada.

Carlos Sousa: “hoje foi um duro dia para nós. Esta temporada preparei como nunca a minha participação neste Lisboa/Dakar, fizemos muitos quilómetros de testes em Marrocos e na Tunísia com o Volkswagen Race Touareg II, e estava muito motivado para conseguir uma boa classificação. Deu para ver a diferença na preparação entre os pilotos oficiais e os outros. Penso que é uma grande pena, quer para nós quer para os africanos que não vão beneficiar da passagem da prova.”

“Todos as pessoas que me acompanham, na equipa oficial da Volkswagen, no Lagos Team e os milhares de espectadores que estavam preparados para ir ver a prova nas duas etapas portuguesas gostariam que a prova se realizasse, e até chegar à Mauritânia provavelmente haveria tempo para encontrar um novo percurso. Não me cabe mais do que lamentar, que logo este ano tinha reunido as melhores condições, beneficiando de uma experiência de equipa… e tudo de repente virou de sonho para pesadelo,” completou Carlos Sousa que dividiu o seu tempo pelos vários canais de TV.

Hélder Rodrigues estava preparado para regressar às corridas, depois de um esforço titânico para conseguir participar com o Lagos Team e com as cores da Caixa Geral de Depósitos, TMN e Sagres Zero, estava também pouco satisfeito: “Recuperei o meu estado físico, com um empenhamento total para conseguir estar pronto a tempo de correr neste Lisboa-Dakar. Esta decisão é difícil de comentar porque há muitas coisas que não se sabem.” Referiu o piloto que foi quinto classificado no ano passado.

“Não é de todo fácil enfrentar esta realidade, mas nada podemos fazer para a contrariar. Vamos agora repensar o programa do Lagos Team, mas esta Grande partida organizada pela Lagos Sports, as duas especiais e todo o que foi realizado com a habitual qualidade da casa, é uma das coisas que este ano já foi por água a baixo.” Disse Ruben Faria o vencedor da etapa algarvia da prova do ano passado e que queria repetir a proeza.

DCA News, 2008-01-04
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.