Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Thu, 29 Sep 2022
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Adelio Macado passa o dia de descanso do Dakar nas margens do Pacifico

Amanhã voltamos ao trabalho com desejo de novas conquistas

Uma semana depois de partir de Buenos Aires com “via” de regresso agendado para o próximo dia dezoito, a dupla da Padock Competições - Adélio Machado/Laurent Flament, teve hoje um reconfortável dia de descanso nas margens do Pacifico. Com a chegada a Valparaiso, após a sétima etapa, da 31ª edição do Dakar, este ano e, pela primeira vez fora do continente africano. Argentina e Chile acolheram assim mais de meio milhar de participantes ao maior acontecimento desportivo motorizado todo-o-terreno do mundo. Adélio Machado mantendo uma toad defensiva e calculista, tem levado o seu Toyota Land Cruiser a “bom porto” porque: “depressa e bem há pouco quem consiga lá chegar… Para cá chegar tivemos que passar por muitas dificuldades, sabendo-as contornar com alguma eficácia e boa vontade do parceiro de aventura - o Toyota Land Cruiser que se tem apresentado a dia a dia muito resistente. Este Dakar tem sido muito duro e desgastante” afirmou o piloto de Famalicão que pela terceira vez marca presença na mais mediática prova de todo-o-terreno do mundo. Depois de superar sete duras etapas, Adélio Machado ocupa a 39ª posição da geral, mantendo-se desde a quinta etapa como o melhor piloto português em prova. O dia de descanso do líder da Padock Competições serviu essencialmente: “para descansar um pouco mais e tomar um reconfortável banho, para além de um boa refeição. Aproveitei ao máximo este dia para estar um pouco mais com os mecânicos da equipa, essencialmente o Rodrigues, o Borges e o Francisco, que diga-se, estão em boa forma física e bem de saúde; para além de conhecer um pouco mais este belo recanto plantado no pacífico, acompanhado por um bom almoço à beira mar”. O dia começa a chegar ao fim e, é chegada a hora de preparar uma nova ofensiva às restantes sete especial que levaram a caravana de novo à capital argentina: “serão mais outras tantas que teremos de encarar com esta mesma força de vontade. As especiais de terça e quarta-feira apresentam-se como as mais duras da prova. O Dakar continuará a deixar mossas entre a caravana e queremos contrariar essa tendência com muita eficiência. O pódio no agrupamento continua a ser o nosso objectivo”.

Padock Competições, 2009-01-10
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.