Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Wed, 11 Dec 2019
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Ruben Faria em quarto lugar em Santiago

Na derradeira etapa realizada inteiramente em solo chileno os concorrentes do Dakar 2010 encontraram pela frente uma longa especial de enduro, com muitas zonas de pedra e onde as possibilidades de uma queda eram maiores que em dias anteriores.

"Era uma especial novamente curta, tal como a de ontem." referiu Ruben Faria no final da mesma. "Mas hoje, e ao invés de ontem, tivémos pela frente muitas passagens de enduro, a exigir muito em termos fisicos e acima de tudo bastante técnica.", revelou ainda o piloto da Vodafone no final da 10ª especial deste Dakar.

Com 238 quilómetros ao cronómetro pela frente a caravana teve hoje ligações mais longas na ligação de La Serena a Santiago do Chile, com os cerca de 90 pilotos que ainda se mantêm em prova a desenharem os trilhos da região, Ruben Faria rodou durante quase todo o dia na quarta posição, lugar em que veio a terminar a especial.

"Fiz uma etapa muito certinha, apanhei apenas um piloto no decorrer da especial e estive sempre muito livre em termos do pó proveniente dos restantes adversários. A táctica foi de manter um bom ritmo mas sem exagerar de forma a que uma queda pudesse comprometer um dia relativamente curto.", palavras do piloto de Olhão que recuperou alguns minutos face à concorrência em termos de classificação geral, mas manteve a 12ª posição que ocupava pela manhã.

"Com tão poucos quilómetros era difícil conseguir recuperar posições em condições normais. Os meus adversários não sentiram problemas, mas neste momento estou a cerca de uma hora do nono lugar, pelo que tudo está ainda em aberto no capítulo da classificação geral."

Ruben Faria hoje foi mesmo superior a Cyril Despres, seu colega de equipa e líder da classificação geral e na chegada ao acampamento em Santiago tinha uma surpresa.

"A equipa ofereceu-me um bolo especial pela prestação do dia, algo que o Cyril hoje não teve direito. Mas de forma óbvia dividi com ele esse "mimo" dos nossos colegas, algo que ele sempre faz comigo. Mas soube bem ser eu o premiado."

Quanto ás quatro especiais ainda por cumprir… "Vão ser mais ao jeito das 450, tal como no início da prova. A luta é grande pela segunda posição, mas para mim o mais importante continua a ser ajudar o Cyril, que amanhã, e pela primeira vez na prova, vai partir depois de mim. Vou ter que esperar por ele, mas depois seguiremos juntos até ao final."

Amanhã o Dakar ruma a San Juan, na Argentina.

Rui Belmonte, 2010-01-12
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.