Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Sun, 22 Jul 2018
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Ruben Faria foi o melhor português

No regresso do Dakar 2010 à Argentina Ruben Faria assinou hoje a melhor prestação entre os pilotos portugueses. Partindo de Santiago e terminando em San Juan, já em solo argentino, a especial contou com 220 quilómetros ao cronómetro, com o traçado a demarcar-se novamente pela muita pedra e zonas de condução mais exigente, sem esquecer o muito pó que já no dia de ontem marcou a especial.

Após o quarto lugar ontem conquistado foi nessa mesma posição que o piloto da Vodafone recebeu hoje a ordem de partida, mas o facto de estar a partir na frente de Cyril Despres, o seu colega de equipa, ditou que o algarvio tivesse que esperar pelo "chefe de fila" de forma a manter a estratégia da formação liderada pelo gaulês residente em Andorra.

"Já sabia que tinha que perder quatro minutos pelo menos até que o Cyril se chegasse a mim, o que rapidamente aconteceu. Numa especial com muita pedra quisemos estar junto o mais rapidamente possível e só depois começamos a aumentar o ritmo de acordo com as necessidades."

Absorvido pelo pelotão juntamente com Despres, que partiu mais atrasado que Faria pela primeira vez neste Dakar, ambos rapidamente encontraram o ritmo ideal para enfrentar o dia, mas um erro de navegação por parte dos primeiros pilotos, então liderados por Marc Coma, ditou um acréscimo de dificuldades para quase todos os homens da frente.

"Depois do grupo da frente se perder acabámos por nos juntar todos, o que tornou ainda mais complicada a progressão no meio do muito pó que naturalmente se levantou. Até então estava junto do Cyril e sem grandes problemas devido a isso, mas mais perto do final conseguimos apanhar pilotos que estavam na nossa frente, o Cyril foi mais rápido que eu a passar pelos mesmos e perdi mais um minuto para ele. Nada de problemático, simplesmente não quis arriscar em zonas mais complicadas, neste momento não há necessidade de cometer loucuras."

Ruben Faria manteve a 12ª posição em termos de geral ao terminar o dia na 14ª posição, o que lhe valeu ser o melhor português nesta etapa.

"É sempre bom ser o melhor português, naturalmente, mas agora não é o mais importante. Estou a uma hora do décimo lugar, quando faltam ainda três etapas para acabar a prova, pelo que ainda mantenho a esperança de lá chegar. Não será fácil, mas pode acontecer."

Amanhã Ruben Faria enfrenta a 12ª etapa deste Dakar, com 476 quilómetros de especial cronometrada entre San Juan e San Rafael.

Rui Belmonte, 2010-01-13
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.