Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Fri, 24 May 2019
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Hélder Rodrigues foi o melhor português na 4ª etapa e sobe para 5º da geral

Recuperação fulgurante na chegada às alturas

Cumprida a longa travessia dos Andes, o Rali Dakar Argentina-Chile 2011 chegou ao Chile para uma dura etapa disputada em altitude. Um ambiente que agradou a Hélder Rodrigues, que foi não só o melhor português como recuperou três posições saltando do oitavo para o quinto lugar da classificação geral.

A mudança de cenário no Rali Dakar Argentina-Chile 2011 agradou a Hélder Rodrigues, que terminou a quarta etapa em destaque com o título de melhor português do dia e um quinto tempo (a 6’55 minutos de Marc Coma) que lhe permitiu uma importante recuperação no Ranking da competição. Depois da longa e penosa travessia dos Andes, onde apesar dos cronómetros não terem funcionado (ligação) foi preciso passar pelos 4.800 metros de altitude e somar 554 quilómetros, a especial do dia assinalou a chegada dos terrenos mais duros e técnicos.

A subida ao quinto lugar da classificação geral confirmou as expectativas do piloto que detém o melhor resultado português de sempre na mais importante maratona do todo-o-terreno mundial.

Entrando amanhã já nas profundezas do deserto do Atacama, a quinta etapa do Rali Dakar Argentina-Chile inverte a tendência dos últimos dias ao apresentar uma curta ligação de apenas 36 quilómetros e uma especial cronometrada de 423 kms. Com um início lento e pedregoso, esta secção inclui as primeiras dunas do percurso na aproximação a Iquique e à costa do Pacífico.

Free Lance, 2011-01-05
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.