Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Thu, 19 Apr 2018
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Hélder Rodrigues dominou a etapa mas caiu no final para o 33º lugar

Navegação marca dia ingrato nas dunas

Tal como tinha prometido, Hélder Rodrigues apostou tudo na grande etapa de dunas com partida e chegada a Copiapo. Imprimindo um ritmo forte, o piloto conseguiu dominar e deu espectáculo quase até ao final. No entanto, um erro na navegação deitou por terra este ascendente, embora o 33º tempo na etapa não comprometa o seu actual quarto lugar da geral.

Num dia de circuito fechado com partida e chegada a Copiapo, a caravana do Dakar saiu para o terreno pela primeira vez em linha. Hélder Rodrigues arrancou assim no primeiro grupo de dez motards, lado a lado com os seus principais adversários. Embora a distância do dia fosse mais curta – apenas 235 quilómetros – nem por isso as dificuldades foram menores para os pilotos, com um verdadeiro mar de dunas para vencer.

Hélder Rodrigues esteve hoje em grande destaque, ao dominar quase até ao final a etapa – imprimindo um andamento muito forte. No entanto, um erro de navegação já próximo da chegada acabou por comprometer as suas aspirações – ditando a descida para o 33º tempo da especial. Um resultado que lhe permite ainda assim manter o seu quarto lugar da classificação geral: “Hoje vivi um dia de grandes emoções, primeiro animado por ter conseguido andar bem na frente durante mais de 200 quilómetros e no fim com um sabor amargo por me ter perdido a apenas 20 kms da meta...Fiz mais 18 kms do que previsto e ainda fiquei sem gasolina a 1 km do final da especial. Mas, o Dakar é mesmo assim e agora só penso em voltar a andar depressa na etapa de amanhã – que promete ser também difícil, apesar de curta”.

Para o décimo dia de competição do Rali Dakar está previsto o regresso à Argentina, com uma enorme ligação (686 quilómetros) através dos Andes e passagem da fronteira em Paso San Francisco. Finda esta travessia, é altura de voltar às dunas brancas de Fiambala – numa especial curta (176 kms) mas de elevada dificuldade.

Free Lance, 2011-01-11
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.