Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Mon, 22 Jan 2018
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Ruben Faria no esforço final

Apesar de ontem ter perdido três posições na classificação geral em virtude uma penalização imposta pela falta de passagem num dos ‘Waypoint’ na etapa do dia anterior, Ruben Faria enfrentou hoje os 555 quilómetros da penúltima especial do Dakar 2011 com a determinação própria dos campeões.

“Fiquei desiludido e mesmo chateado com a situação, mas não era por isso que ía baixar os braços. Até ao palanque de chegada estamos em prova e depois de todo o apoio da equipa que recebi ontem hoje a minha disposição era bem melhor e entrei com a moral em alta nesta derradeira especial de longa duração.”

O piloto de Olhão não deixou no entanto de sentir dificuldades com o pó, mas nem por isso baixou o ritmo, se bem que tenha sempre deixado uma margem de segurança para não ser surpreendido, terminando o dia na sexta posição.

“Nestas pistas de montanha podem sempre surgir armadilhas inesperadas e por isso não arrisquei, até porque não fazia muito sentido. Mas andei bastante confortável, num ritmo que mais uma vez se mostrou mais rápido do que aqueles que beneficiaram com a minha penalização e no final ficou claro que lhes ganhei bastante tempo.”

Ruben está agora mais perto do sétimo e mesmo do sexto lugar, com o norueguês Pal Anders Ullevalseter a 40 minutos de distância, uma margem que é no entanto muito difícil de recuperar.

“Sim…na realidade é, mas o mesmo não se passa com o sétimo lugar. Estou a 16 minutos, uma margem que não é muito grande mas também não é pequena. Veremos amanhã como decorre aquela que é a última etapa deste Dakar 2011.”

A prova tem amanhã o seu dia de encerramento com a ligação desde a cidade de Córdoba, conhecida na Argentina como a capital do desporto motorizado do país, até Buenos Aires onde termina esta 33ª edição do Dakar.

“Será uma especial da qual guardo boas recordações depois da vitória do ano passado. O percurso é muito semelhante e sinto-me bastante bem nessas condições. Vou saír com uma boa posição e veremos se consigo fechar com um bom resultado.”

Classificação Geral (após a 12ª etapa)
1º Marc Coma – KTM com 49h57m37s
2º Cyril Després – KTM a 16m36s
3º Francisco Lopez – Aprilia a 59m27s
4º Hélder Rodrigues – Yamaha a 01h42m31s

Rui Belmonte, 2011-01-14
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.