Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Sun, 15 Sep 2019
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego
Dakar 2004

 
 
Mecânica trai Bernardo Villar e Paulo Marques

Dupla levou mais de três horas para percorrer cerca de 100km

A quinta etapa da edição 2004 do Telefónica/Dakar não correu da melhor forma à dupla Bernardo Villar/Paulo Marques, única formação portuguesa a alinhar na mais dura prova de Todo-o-Terreno do Mundo. Prova disso foram os problemas com a tracção dianteira do Nissan Patrol GR, que valeram à equipa portuguesa a descida na classificação geral.

No final de 575 quilómetros entre Er Rachida e Ouarzazate, Villar e Marques conseguiram o 75º melhor tempo – resultado provisório –, terminando os 337 quilómetros cronometrados a 2h55m50s do vencedor, Stéphane Peterhansel. Tudo aconteceu entre o CP3 e o final da “especial”, altura em que o Nissan ficou sem tracção dianteira e impediu a dupla de obter mais um bom resultado em África. Aquando da passagem pelo CP3, Villar e Marques eram 38º da geral, ou seja, tinham ganham mais 10 posições.

“Estamos tristes com o dia de hoje! Sabíamos dos cuidados que tínhamos que ter para evitar qualquer percalço e foi isso mesmo que fizemos. Sempre muito concentrados, o nosso andamento estava vivo e eficaz e tínhamos mesmo ganho lugares à geral quando ficamos sem tracção dianteira a 100 quilómetros do final. A partir daí, vemos a ‘arrastarmo-nos’ e perdemos toda a vantagem acumulada...”, explicou Bernardo Villar, hoje com funções de piloto.

“De facto, vínhamos a andar muito bem, o ritmo estava muito bom e nada fazia prever o que nos aconteceu. É claro que continuamos em prova, e isso é o mais importante, mais estamos tristes por este azar, logo numa etapa que nos estava a correr tão bem”, reconheceu Paulo Marques, que amanhã passará o caderno de notas ao seu colega de equipa para se sentar ao volante do Nissan Patrol GR.

Amanhã, a dupla tem mais um desafio pela frente, com a realização da sexta etapa (Ouarzazate/Tan Tan), num total de 803 quilómetros, dos quais 351 são cronometrados.

GateKeepers, 2004-01-05
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.