Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Tue, 19 Mar 2019
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego
Dakar 2005

 
 
Carlos Sousa foi sétimo e melhor privado no Rali Dakar

Missão cumprida

Terminou hoje junto ao Lago Rosa, em Dakar, a 27ª edição da prova idealizada por Thierry Sabine. O português Carlos Sousa voltou a estar bastante bem nesta derradeira etapa, ao assinar o sexto tempo na especial. Com este resultado o piloto do Team Galp Energia TMN confirma não só o sétimo lugar final, como a posição de melhor privado, no dia em que comemora o seu 39º aniversário. Pedir uma prenda melhor seria difícil, para quem dispôs de uma Nissan Pick-Up Navara de 2003 para lutar contra mais de 10 carros oficiais.

Completados os 9039 quilómetros do Rali Dakar, o que eleva para 82471 os percorridos por Carlos Sousa nas suas nove participações, das quais terminou oito, na aventura africana, o piloto português era o espelho da felicidade. “Missão cumprida, este resultado já não nos tiram. Estou bastante satisfeito com a prova que fiz e neste momento a classificação até é capaz de não ser o mais importante, pois não reflecte o desempenho na corrida. Conseguimos na maioria das etapas estar ao nível dos pilotos oficiais, lutar pelos melhores lugares e chegar ao dia de descanso na minha melhor posição de sempre nessa fase, o quarto lugar”, afirmou o piloto do Team Galp Energia TMN.

Na altura de saborear o champanhe, o português não esqueceu Thierry Delli-Zotti, o homem que acompanhou ao longo dos últimos 17 dias. “O desempenho dele foi muito bom, quer ao nível da mecânica, quer na navegação. Penso que poderei ter encontrado um bom navegador para o futuro. ” Futuro que o português gostava que passasse por uma equipa oficial e que depois do desempenho neste Dakar poderá ser um pouco mais fácil. “Agora há que procurar com paciência um lugar numa equipa de fábrica, que me permita lutar pelo pódio e quem sabe a vitória. Gostava de ter essa oportunidade e de trabalhar com tempo, para chegar cá com todas as condições para estar na luta pelas melhores posições. Penso que se poderão ter aberto boas perspectivas, mas vamos esperar”, concluiu Carlos Sousa.

DCA News, 2005-01-16
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.