Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Tue, 18 Dec 2018
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego
Dakar 2005

 
 
Carlos Sousa reuniu-se com amigos

Convívio depois da missão cumprida

Na passada quarta-feira Carlos Sousa reuniu, em Lisboa, os seus principais amigos e parceiros no Dakar 2005, para um momento de confraternização, após o sétimo lugar alcançado na mais dura prova de todo-o-terreno do mundo. O Buddha Bar foi o local escolhido para este momento de lazer, enquanto se preparam as futuras batalhas, e foram várias as figuras conhecidas que não quiseram deixar passar a oportunidade de cumprimentar o piloto português.

De entre as presenças destaque naturalmente para Carlos Barbosa, presidente do ACP, e para o seu filho Miguel Barbosa, campeão nacional de todo-o-terreno em 2003. De entre os parceiros, realce para Isabel Calado e Eduardo Boigues, pela parte da Galp, e Mafalda Ferreira e Eduardo Soares, pela TMN.

Após os cumprimentos habituais Carlos Sousa não perdeu oportunidade de agradecer “à Galp e à TMN, que me acompanham já há muito tempo e que embora o projecto tenha sido feito um pouco em cima da hora, logo deram o ok. Aproveito igualmente para agradecer a realização deste convívio, que me permite estar com os amigos e com todos aqueles que acreditam no meu trabalho.”

Mais uma vez o piloto do Team Galp Energia TMN falou da edição de 2005 do Rali Dakar, onde conseguiu um magnífico sete lugar da geral e a posição de melhor privado: “Depois de um ano de ausência demonstrei que continuo-o com capacidade para lutar pelos melhores lugares, numa prova que foi muito difícil, sobretudo devido às condições climatéricas que foram adversas quase desde o início. Foi duro, mas consegui cumprir os objectivos que tinha traçado e agora espero que o futuro seja ainda mais risonho,” concluiu Carlos Sousa.

DCA News, 2005-01-24
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.