Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Sun, 15 Sep 2019
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
13ª etapa do Lisboa/Dakar

Final aproxima-se a passos largos

Os 567 quilómetros da 13ª etapa do Lisboa/Dakar, que ligaram Labe a Tambacounda, foram especialmente duras para os vários pilotos que continuam a resistir às enormes exigências do continente africano. Na especial de hoje, a caravana Dakar enfrentou uma etapa de montanha com estradas estreitas e sinuosas onde os concorrentes tiveram de ter muita cautela, visto que arrancaram sem passar por uma assistência ontem. Apesar de ter sido mais um dia marcado por várias desistências, alguns pilotos portugueses, liderados por Carlos Sousa, mantêm-se na corrida de forma inabalável.

“Estou muito bem disposto”, comentou Carlos Sousa ao chegar a Tambacounda na 7ª posição da geral. O piloto da Nissan Navara terminou a especial com o 8º melhor tempo do dia, depois de uma corrida sem problemas a assinalar. “Tenho conseguido atingir os meus objectivos e tem corrido tudo muito bem”, disse o piloto, assinalando que “tive só de parar uma vez porque estava a sentir uma certa vibração na traseira do carro, mas afinal eram só os amortecedores que tinham sobreaquecido e o carro aguentou-se muito bem até ao final”. Relativamente às duas etapas que restam antes do final desta prova muito competitiva, Carlos Sousa diz que “é pouco provável que haja alguma alteração da minha parte na tabela geral, visto que estou muito distante quer do piloto á minha frente, quer do que está atrás de mim. Ainda assim, se terminar o Dakar na sétima posição, já ficarei muito contente”.

Pedro Gameiro foi o 37º piloto mais rápido do dia, levando o seu Nissan Patrol à 50ª posição da geral. Tal como ontem, a etapa de hoje correu sem qualquer problema para o piloto da Team Motivo JCB que se encontra na sua segunda participação no Dakar. “A etapa era demasiado dura e destrutiva, pelo que andámos a poupar o carro para não sermos surpreendidos uma vez mais”, assinalou Pedro Gameiro. Sempre exigente e determinado, Gameiro diz que “apesar de estar satisfeito com a minha prestação de hoje, estou ciente que poderia ter feito melhor, pois perdi demasiado tempo nas ultrapassagens que nem sempre eram facilitadas”. De facto, a poeira que se levantou com a passagem dos carros da frente tornou-se por vezes perigosa para os carros de trás, mas nem isso abalou a dupla Pedro Gameiro/Pascal Gambillon. “Estamos a conseguir atingir o nosso objectivo”, confirmou. “Estamos a dois dias da chegada a Dakar e estou confiante de que até lá não nos vai acontecer nada”.

A equipa nº 329, também aos comandos de um veículo Nissan, terminou o dia com a 24a melhor marca do dia, assegurando assim o 23º lugar na geral.


Classificação Geral após a 11ª Etapa (com destaque para os pilotos portugueses)

1º Alphand / Picard Mitsubishi 50h56m07s
2º Villiers / Thorner VW Touareg a 22m13s
3º Roma / Magne Mitsubishi a 1h32m31s
(…)
7º Carlos Sousa / Jean-Marie Lurquin Nissan Navara a 5h24m01s
(…)
23º Miguel Barbosa / Miguel Ramalho Nissan Pathfinder a 23h26m32s
(…)
38º Machado / Flament Toyota a 39h04m25s
(…)
42º Inocêncio / Barreiros Mitsubishi a 41h24m50s
(…)
44º Carapeta / Corticadas Bowler a 41h48m42s
(…)
46º Leal dos Santos Mitsubishi a 44h22m50s
(…)
50º Pedro Gameiro / Pascal Gambillon Nissan Patrol a 50h25m17s
(…)
56º Ferreira / Madaleno Land Rover a 58h08m06s
57º De Matos / Magalhães Land Rover a 58h09m17s
58º Medeiros / Rosado Land Rover a 58h59m23s
(…)
61º Lima / Marques Toyota a 74h13m20s

GoodNews, 2006-01-13
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.