Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Sun, 22 Apr 2018
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego

 
 
Lisboa/ Dakar chegou ao fim

Carlos Sousa no Top Ten

A mais dura prova de Todo-o-Terreno do mundo chegou hoje ao fim com uma etapa não cronometrada. Depois de 15 dias de competição intensa através de milhares de quilómetros absolutamente implacáveis, os quase 200 concorrentes ainda em prova puderam finalmente descansar e aproveitar as maravilhas do continente africano. Quanto aos pilotos portugueses que enfrentaram o deserto ao volante de veículos Nissan, o balanço do Lisboa/Dakar 2006 foi muito positivo.

Terminado o desafio, Carlos Sousa está naturalmente satisfeito com a sua 7ª posição na geral. “Foi uma prova muito competitiva”, comentou o piloto da Nissan Navara, explicando que “notou-se muito a preparação das equipas de fábrica e por isso estou muito contente por ter terminado entre os 10 primeiros”. Carlos Sousa termina o Dakar como o melhor português, numa prova que decorreu sem problemas de maior. Como explica o piloto, “fizemos alguns erros, claro, quer da parte da navegação, quer da minha parte, mas de maneira geral foi uma prova muito positiva. O carro portou-se muito bem e foi muito fiável.”

O Lisboa/Dakar não foi tão generoso para Pedro Gameiro que enfrentou as mais diversas dificuldades nesta sua segunda participação. No entanto, o piloto de 33 anos está muito contente com a 50ª posição que assegurou na geral. “Foi o confirmar de um sonho e de um objectivo”, confirmou o piloto do Nissan Patrol. “Tivemos uma prova muito dura, mas avançámos sempre com muita determinação. O facto de termos chegado ao final demonstra claramente a força da nossa persistência”, afirmou. Na participação anterior, Pedro Gameiro não conseguiu terminar o Dakar, apesar do seu enorme empenho e o resultado deste ano é, assim, especialmente satisfatório: “Tenho a sensação de dever cumprido e isso é muito positivo. Assim, gostava de enaltecer o trabalho do Pascal Gambillon que foi, para além, de um excelente navegador, um excelente mecânico nas horas mais complicadas. Sem ele, tudo teria sido mais complicado.”

Também com um veículo Nissan, o concorrente nº 329 terminou o Lisboa/Dakar com o 21º lugar na geral. Não se pode também esquecer os restantes pilotos portugueses que levaram a Nissan ao maior desafio de Todo-o-Terreno do mundo. Rui Benedi, Hélder Oliveira, Madalena Antas e Bernardo Vilar não conseguiram chegar a Dakar, mas demonstraram um enorme desempenho e capacidade competitiva ao longo de milhares de quilómetros.


Classificação Geral após a 14ª Etapa (com destaque para os pilotos portugueses)

1º Alphand / Picard Mitsubishi 53h47m32s
2º De Villiers / Thorner VW Touareg a 17m53s
3º Roma / Magne Mitsubishi a 1h50m38s
(…)
7º Carlos Sousa / Jean-Marie Lurquin Nissan Navara a 5h40m11s
(…)
21º Miguel Barbosa / Miguel Ramalho Nissan Pathfinder a 23h38m02s
(…)
38º Machado / Flament Toyota a 39h42m07s
(…)
41º Inocêncio / Barreiros Mitsubishi a 41h45m03s
(…)
44º Carapeta / Corticadas Bowler a 42h47m36s
(…)
45º Leal dos Santos Mitsubishi a 44h44m14s
(…)
50º Pedro Gameiro / Pascal Gambillon Nissan Patrol a 51h05m05s
(…)
57º Ferreira / Madaleno Land Rover a 59h29m50s
58º De Matos / Magalhães Land Rover a 59h31m32s
59º Medeiros / Rosado Land Rover a 60h27m36s
(…)
66º Lima / Marques Toyota a 75h14m51s

GoodNews, 2006-01-15
 
Pesquisar

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.